Índice de Valorização de Imóveis — Saiba Tudo Sobre o Assunto

7 de maio de 2021 Dataimob 6 minutos de leitura

Gráfico com índice de valorização de imóveis sobre a mesa

Muitos fatores influenciam no índice de valorização de imóveis, e para saber como e quando investir para ter retornos positivos à sua imobiliária, é preciso antes ter conhecimento sobre o assunto.

Por isso, continue a leitura e acompanhe este conteúdo em que você irá descobrir;

O que é índice de valorização de imóveis?

Sua imobiliária está pensando em adquirir um imóvel e não sabe se o retorno sobre o investimento é uma possibilidade real? Calma, essa é uma questão que assombra muita gente do meio.

Primeiramente, o índice de valorização de imóveis corresponde a um contexto (série deles, na verdade) em que uma casa, por exemplo, tem aumento de preço em relação ao seu preço inicial.

Complexo? Até é, mas o DataImob te explica.

O tal “contexto” mencionado acima envolve pontos como: as variações das condições econômicas do país, a evolução na qualidade de vida do bairro ou cidade e possíveis mudanças de comportamento da sociedade (a gentrificação do centro de São Paulo é um exemplo).

Como calcular a valorização de um imóvel?

Não há uma fórmula exata para a realização do cálculo, mas existem algumas informações que servem como base.

Quanto maior um imóvel, mais caro ele custa. Então o metro quadrado da região (m2) deve entrar na conta obrigatoriamente.

A conservação da infraestrutura também é um bom ponto de partida para a matemática, verifique os pontos hidráulicos, estado da pintura, infiltrações, condições de janelas, portas e portões, dentre outros detalhes.

Por último e não menos importante, faça o seguinte:

  • pesquise sobre o bairro e a cidade;
  • mapeie o preço de imóveis;
  • veja quais imóveis têm características similares ao que pretende comprar;
  • analise a rentabilidade do investimento.

O índice de valorização de imóveis é previsível?

Infelizmente não, mas há meios para potencializar acertos e minimizar erros.

O mercado imobiliário é extremamente sensível às alternâncias econômicas do Brasil, e esse é um ponto a ser acompanhado de perto. Verifique taxas, impostos, movimentações e demais informações.

Em resumo, apenas uma boa pesquisa pode fazer com que você adquira um imóvel promissor. Sempre analise dados atualizados e nunca tome decisões com base em achismos.

Principais indicadores da valorização de um imóvel

Passando brevemente pelos assuntos já mencionados, como o contexto do mercado imobiliário, mudanças econômicas do país, conservação das estruturas e comportamento dos compradores, há também a parte mais “burocrática”, digamos.

O índice de valorização de imóveis residenciais agrupa informações do mercado e devem, sem dúvida, servir de base para imobiliárias negociarem e planejarem suas aquisições.

Índice Geral do Mercado Imobiliário Comercial (IGMI-C)

 Ele é calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) e propõe indicar a valorização e rendimento de aplicações pertinentes aos imóveis comerciais. 

Suas informações são baseadas em participantes do mercado imobiliário, como especialistas, consultores e, claro, gestores de carteiras de fundos.

Índice Geral de Preços Imobiliários – residencial (IGMI-R)

 Só para variar um pouco, ele também é calculado pela FGV, mas em parceria com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). 

O modus operandi deste indicador é o laudo técnico/histórico de imóveis residenciais financiados pelos bancos, prática essa que inclusive é comum entre os brasileiros.

INCC (Índice Nacional da Construção Civil)

Este índice é usado desde 1950 para medir os custos com construção no Brasil.

Monitorar a evolução deste índice é fundamental para investidores que desejam comprar imóveis na planta, visando, claro, sua valorização no curto prazo.  

Por que isso acontece? Bom, podemos dizer que o INCC é frequentemente usado como índice de correção monetária da quantia a ser paga como entrada de um imóvel na planta.

IVG – R (Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados)

 Este índice é calculado pelo Banco Central do Brasil e mede as tendências de preços dos imóveis residenciais no país. Acompanhá-lo é fundamental para adquirir propriedades em baixa, mas com tendência de valorização.

Confiança do consumidor

Lembra do comportamento? Então, este índice de valorização de imóveis lembra um pouco esse ponto.

O índice de confiança do consumidor tem como foco a captação do sentimento das pessoas (consumidores) no que tange a economia brasileira e como isso reflete em suas finanças pessoais.

Este índice ajuda a sua imobiliária mapear um possível crescimento do mercado, afinal, se o consumidor está confiante, satisfeito com a economia e finanças pessoais organizadas, ele tende a comprar.

IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo)

 O IPCA alto não é nada bom, pois significa o descontrole da inflação do país e a tendência de aumento dos preços mensalmente.

De acordo com suas alternâncias, todo o mercado imobiliário é impactado – preço dos aluguéis, valor de aquisição dos imóveis, por exemplo.

Taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia)

Sendo a  taxa média que o governo paga de juros para títulos federais, ela impacta no mercado imobiliário sendo uma referência para todas as taxas de juros, como financiamento de imóveis.

O papel dos dados para entender o valor do imóvel

No mercado imobiliário dados são fundamentais, sem exceção. São eles que permitem a tomada de decisão assertiva, quando vender, comprar ou simplesmente não fazer nada.

Além do estudo de mercado e monitoramento dos índices de valorização, contar com ferramentas de dados do mercado imobiliário te ajuda a pagar ou vender imóveis por um valor competitivo e no momento mais apropriado.

Dados precisam apontam o comportamento do mercado imobiliário e indicam o que você deve fazer.

Qual a hora certa de investir em um imóvel?

Como você já pôde perceber até aqui, adquirir um imóvel requer muito estudo e trabalhar com dados precisos é o caminho para o sucesso da sua imobiliária.

Portanto, esteja sempre atento às alternâncias do mercado, aos índices de valorização e também às oportunidades que o segmento pode oferecer. No fim, se as tendências relacionadas a essa análise forem positivas, é o momento de investir em um imóvel!

Para saber mais sobre o mercado imobiliário e conhecer recursos para tomar decisões precisas, acesse o site da DataImob.

Marca DataImob

A DataImob é uma empresa de inteligência que desenvolve indicadores estratégicos para o mercado imobiliário. Nosso objetivo é empresa referência no mercado de indicadores imobiliários, para isso contamos com muita inovação e tecnologia.

Confira também